Diferença entre gripe e resfriado: afinal, o que eu tenho?

Tempo de leitura: 6 minutos

A maioria das pessoas não sabe qual é a diferença entre gripe e resfriado. Com a chegada do inverno, esses conceitos se confundem. Entenda tudo sobre o assunto!

Principalmente com a chegada das estações mais frias do ano, é muito comum surgir gripes e resfriados. Assim, quando uma pessoa costuma tossir ou espirrar, imediatamente consideramos que ela esteja com gripe. Afinal, as pessoas não sabem qual é a diferença entre gripe e resfriado de fato.

Essa tradição cultural acontece porque os dois conceitos apresentam muitas semelhanças. Assim, consideramos que tudo é gripe! Inclusive, há muitas pessoas que se imunizam contra a influenza, pegam um resfriado e pensam que a vacina não funcionou.

Quer entender a diferença entre gripe e resfriado e dar uma aula sobre isso nas reuniões familiares? Então, leia o nosso post completo!

A gripe

A gripe é causada pelo vírus influenza. Aliás, uma curiosidade é que esse nome foi originado na Itália, porque os italianos chamavam-a de “doença do frio” (por apresentar maiores quadros no inverno). Então, chamavam de influenza di freddo, ou “influência do frio”.

Sintomas da gripe:

  • Febre alta (ultrapassa a 38,5º);
  • Dor no corpo;
  • Mal-estar intenso;
  • Tosse seca;
  • Coriza;
  • Cansaço que compromete atividades físicas e intelectuais.

Quando uma pessoa está com gripe, os sintomas são muito intensos. Afinal, o vírus se manifesta em todo o aparelho respiratório, afetando a traqueia, brônquios e pulmões.

É uma doença grave que causa prostração intensa. Em casos muito extremos, pode causar óbito.

Prevenção da gripe

A melhor maneira de prevenção da gripe é a vacinação. A vacina contra a influenza é realizada anualmente. Assim, é aplicada gratuitamente pela Unidade Básica de Saúde (UBS) para pacientes de risco (acima de 60 anos, crianças menores de 5 anos, gestantes, puérperas, profissionais da área da saúde, portadores de doenças crônicas, profissionais da educação, população indígena e população privada da liberdade).

Já em clínicas privadas, ela pode ser aplicada em todas as pessoas acima de 6 meses.

Existem atualmente 2 tipos de vacina anti gripe. A trivalente, oferecida pela rede pública de saúde e que protege contra 3 vírus (2 vírus influenza A e 1 vírus influenza B ). E a quadrivalente ou tetravalente, que protege contra 4 vírus (2 vírus influenza A e 2 vírus influenza B ).

Lembramos que, se preferir maior proteção contra a gripe, a vacina anti influenza quadrivalente deve ser a escolhida, que é oferecida apenas nas clínicas particulares.

Outras maneiras de prevenção são: manter ambientes arejados, evitar aglomerações no inverno, lavar as mãos ou aplicar álcool gel nas mesmas constantemente.


Tratamento da gripe

A pessoa que está com gripe precisa de repouso imediato e hidratação oral. É possível tomar analgésicos e antitérmicos com recomendação médica para aliviar os sintomas fortes.

Aos pacientes de risco, como crianças pequenas, idosos ou portadores de doenças crônicas e com sintomas de gripe, deve ser iniciado medicamento antiviral o mais precocemente possível. De preferência nas primeiras 48 horas do início da sintomatologia. Esse tratamento deverá ser prescrito por médico. Portanto, é importante procurar atendimento  caso você tenha sintomas intensos e faz parte do grupo de risco.

diferença entre gripe e resfriado
Um dos principais meios de avaliar se você está com gripe ou resfriado é medindo a temperatura corporal: se ultrapassar os 38,5º C (febre alta), é gripe

O resfriado

Os dois principais vírus que provocam o resfriado é o rinovírus (que existe mais de 100 tipos), o coronavírus e adenovírus.

Com o passar dos anos, adquirimos imunidade contra eles. Mesmo assim, por existir centenas de tipos de vírus, sempre que a pessoa entrar em contato com um diferente, o resfriado acontece. Por isso, crianças e idosos são mais propensos a terem resfriado devido a imaturidade do seu sistema imunológico.

Sintomas do resfriado:

  • Espirros;
  • Coriza sem consistência;
  • Mal-estar generalizado;
  • Ardência no nariz e garganta;
  • Tosse.

Prevenção do resfriado

Confira as maneiras de prevenção:

  • Lavar bem as mãos;
  • Evitar locais fechados;
  • Manter a casa limpa e arejada;
  • Ter uma alimentação saudável;
  • Não compartilhar objetos com pessoas resfriadas.

Tratamento do resfriado

Os resfriados não são doenças graves — na verdade, é uma doença viral muito simples. O tratamento normalmente é realizado com maneiras caseiras (chás, água, repouso, vaporização).

diferença entre gripe e resfriado
Coriza consistente e tosse seca não são sintomas de resfriado, mas, sim, de gripe: atenção!

A diferença entre gripe e resfriado

Conforme citamos no início do post, o resfriado e a gripe costumam ser facilmente confundidas, porque apresentam algumas semelhanças.

Ambas são doenças virais. Contudo, na gripe os sintomas são muito mais intensos. Sinais como nariz escorrendo, peso na cabeça e irritação na garganta não é sinônimo de gripe.

A gripe causa intenso mal estar e febre alta, acompanhada de sintomas comuns às duas doenças como: tosse, coriza e dor de garganta. Ainda, a principal complicação da gripe é a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Essa deve ser identificada logo de início, pois o tratamento deve ser iniciado o mais precocemente possível.

Portanto, se você apresentar falta de ar ou fadiga intensa (ou, no caso de crianças, for notado dificuldade respiratória, palidez ou cianose), deve-se procurar imediatamente atendimento médico.

O vírus da gripe fica presente no corpo humano por cerca de 7 a 10 dias. Já o resfriado permanece somente de 2 a 4 dias. Outra grande diferença é que na gripe há febre alta e prostração, e no resfriado há ausência de febre ou, quando existir, será baixa.

O resfriado é uma doença de simples cura. Já a gripe pode ser grave. Por isso, vacine-se contra a gripe!

Gripe e resfriado não são a mesma coisa!

Os sintomas da gripe e do resfriado são muito parecidos. Além disso, vale ressaltar que a vacina da gripe não protege contra os resfriados. Ou seja, ela imuniza somente contra o vírus específico da influenza.

Com este post você conferiu a diferença entre gripe e resfriado. Você se interessou pelo assunto? Então, leia também a nossa matéria sobre se a vacina da gripe causa reação em idosos. Boa leitura!

FONTES:

http://www.blog.saude.gov.br/index.php/35478-gripe-x-resfriado-saiba-qual-a-diferenca-entre-as-duas-doencas-e-como-prevenir

http://www.emilioribas.sp.gov.br/wp-content/uploads/Instituto-Em%C3%ADlio-Ribas-ensina-como-diferenciar-gripe-de-resfriado.pdf

www.sbim.org.br

https://drauziovarella.uol.com.br/entrevistas-2/gripes-e-resfriados/

https://www.cdc.gov/features/rhinoviruses/index.html

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0037-86822003000200011

http://files.bvs.br/upload/S/0047-2077/2014/v102n1/a4024.pdf

http://www.sbcm.org.br/v2/index.php/artigo/998-gripe-e-resfriado-nao-confunda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *