Saiba mais sobre a vacina anti Meningite B

Tempo de leitura: 1 minuto

A vacina, fabricada pela GSK, é a primeira a oferecer proteção ampla contra o sorotipo B da bactéria Neisseria meningitidis.

Em um estudo publicado na revista médica “Lancet”, a vacina mostrou bons resultados quando aplicada em adolescentes. Dos cerca de 1.600 que receberam duas doses da fórmula, quase 100% apresentaram resposta imunológica, o que sinaliza que eles ganharam defesas contra a doença.

Na Europa, a meningite B é mais comum do que o tipo C e causa cerca de 5.000 infecções por ano.

Nos últimos anos, o sorogrupo B é o mais prevalente nos menores de 10 anos e entre eles, nos menores de 1 ano de vida principalmente.

Segundo dados da agência europeia de medicamentos, cerca de 8% das pessoas que contraem meningite B morrem e até 20% ficam com sequelas permanentes, como problemas de aprendizagem e perda auditiva.

DIAGNÓSTICO

A doença é caracterizada pela inflamação das meninges, membranas que revestem o sistema nervoso central. Alguns sintomas são dor de cabeça, náusea e rigidez na nuca (que não aparece em todos os casos). Podem aparecer também manchas vermelhas na pele.

O tratamento é feito com antibióticos e é importante que o diagnóstico seja rápido para evitar complicações como a sepse (reação inflamatória), que pode causar a morte. Crianças com menos de cinco anos são as mais atingidas pela doença.

A nova vacina pode ser administrada em crianças a partir dos dois meses de idade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *