HPV: Tudo o que você precisa saber sobre o vírus.

Tempo de leitura: 3 minutos

HPV é uma infecção causada pelo papilomavírus. Você já ouviu falar nessa doença?

HPV é um vírus que esta altamente relacionado ao desenvolvimento de câncer de colo de útero, pênis, ânus, laringe, cordas vocais. Além disso alguns tipos podem causar verrugas em genitais (vulva, vagina, pênis e ânus) – o condiloma acuminado.

Vamos aprender mais sobre o assunto e conferir quais são as maneiras de prevenção? Nós da Imunocamp Vacinas queremos te ensinar, continue a leitura e aprenda agora mesmo!

Afinal, o que é HPV?

Como vimos anteriormente, o HPV é uma infecção.

Quais são os principais sintomas? 

Normalmente, os principais sintomas causados pela infecção do HPV se dão ao surgir verrugas com aspecto de uma couve-flor.

Em alguns casos ela pode ser observada a olho nu, já em outros é necessário realizar exames específicos para detectar a doença. Coceiras também podem surgir.

No entanto, é preciso destacar que a infecção do HPV pode ser assintomática.

No caso do desenvolvimento do câncer de colo de útero por exemplo, essa infecção que pode evoluir para câncer, é descoberta através do exame ginecológico de rotina, através do exame Papanicolau.

Quais são as maneiras de contrair a doença?

O HPV é uma doença extremamente contagiosa e existem três maneiras mais comuns de se contrair o HPV:

-Durante as relações sexuais sem uso de preservativo;

-Quando a mãe transmite a doença para o bebê durante o parto natural;

-Utilizando materiais de perfuração e entrar em contato com objetos contaminados pelo HPV.

O HPV tem cura?

Em casos mais leves, o vírus pode ser eliminado espontaneamente.

No entanto, uma pessoa que tem HPV pode permanecer com o vírus durante toda a sua vida. Assim, em alguns momentos acontecem manifestações da infecção que devem ser tratadas. Nesse caso, o tratamento inclui:

  • cirurgia convencional;
  • medicamentos;
  • crioterapia;
  • laser;
  • cauterização química.

Como se prevenir do HPV?

Ter uma boa higiene genital e ter relações sexuais sempre com preservativo é uma das alternativas para prevenir o HPV.

No entanto, manter a sua carteira de vacinação em dia é uma das melhores maneiras para não contrair a doença. Aliás, a imunização é a melhor alternativa para evitar contrair o vírus Veja quais são as vacinas que você pode encontrar:

-Bivalente: protege contra o HPV tipo 16 e 18 e é tomada em três doses. Ela é indicada para mulheres acima de 9 anos;

-Quadrivalente: protege contra o HPV dos tipos 6, 11, 16 e 18 e ela também é tomada em três doses, indicada para homens de 9 a 26 anos e para mulheres de 9 a 45 anos.

Ambas as vacinas são feitas a partir de vírus mortos, portanto não é possível adquirir a doença através da vacinação.

Você encontra as vacinas na Unidade Básica de Saúde (UBS) gratuitamente para meninas dos 9 aos 15 anos e para meninos dos 11 aos 15 anos e também para indivíduos de 9 a 26 anos de ambos os sexos nas seguintes condições: convivendo com HIV/Aids; pacientes oncológicos em quimioterapia e/ou radioterapia; transplantados de órgãos sólidos ou de medula óssea.

No entanto, você pode se proteger dos 9 aos 45 anos em clínicas privadas. Podemos observar que as vacinas oferecidas na rede pública de saúde são disponibilizadas para quem ainda não iniciou as suas atividades sexuais. Dessa maneira, a imunização acontece antes do do contato com o vírus,e além disso, o sistema imunológico responde muito melhor nessa fase.

Você gostou do nosso conteúdo sobre o HPV? Que tal aprofundar os seus conhecimentos no assunto?

Baixe agora mesmo o nosso Guia de Qualidade de Vida: Vacina Contra o HPV e entenda mais sobre a doença!

Fonte: Sociedade Brasileira de Imunizações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *